quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012


S. Valentim com Fernando Pessoa

Fernando Pessoa gastou a sua vida a sonhar-se outras pessoas, a experimentar várias máscaras, a vestir-se com a pele dos que observava e a ocultar-se assim aos olhos de todos. Não sei se chegou a viver uma vida própria, acho que não e terá sofrido por isso, mas o seu génio e a sua arte permitem-nos a nós viver com ele uns e outros.


De tantas peles que vestiu, usou por uma vez a de uma mulher, Maria José, uma deficiente presa no seu corpo incapaz de inspirar o amor, alguém que vê passar o mundo da sua janela, também ela se sonha ser outra, ser como os outros, como ela imagina que são os outros, como nos mostra a “Carta da corcunda ao serralheiro”.

Durante a manhã do dia 14 de Fevereiro - dia de S. Valentim - na Biblioteca Escolar, poderá ser ouvida essa carta, na voz de duas alunas do 10ºH, Ana Brás e Ana Mariz. 

Veja aqui o video:

Sem comentários: