sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Inquérito - Descobrir caminhos para a saúde e o bem-estar

Assinalando o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, cujo tema foi "Descobrir caminhos para a saúde e o bem-estar", a Biblioteca convidou os alunos do 8.º e 10.º anos a, durante o mês de outubro, responder a um pequeno questionário sobre os seus hábitos de saúde e bem-estar.

Ao questionário responderam 178 alunos e da análise constata-se que:

  • Se 78% dos alunos fazem 4 a 5 refeições por dia, ainda há 22% que consomem menos refeições;
  • 65% dos alunos fazem uma refeição variada, mas  26% não comem legumes; 7% não comem fruta e são 2% aqueles que não consomem carne;
  • 81% dos alunos bebem, preferencialmente, água; 10% refrigerantes, 6% sumo de fruta em pacote e 3% sumos naturais;
  • 43% dos alunos praticam uma ou duas vezes desporto por semana; 35% três a quatro vezes por semana; 13% todos os dias e 9% nunca;
  • 50 % dos alunos utilizam as tecnologias mais de 4 horas por dia; 44% duas a três horas e 6% até uma hora;
  • 54% dos alunos utilizam as tecnologias nas redes sociais; 30% nos jogos, 11% a ver séries e apenas 5% na procura de informação e leitura;
  • A maioria (60%) dos alunos lê apenas 1 a 2 livros por ano; 24% leem entre 3 e 4 livros por ano e 16% leem 5 ou mais livros;
  • 68% dos alunos dormem 8 a 9 horas por dia, sendo que os restantes dormem menos.

Do inquérito realizado conclui-se que os alunos devem melhorar os seus hábitos alimentares, sobretudo, em termos de diversificação de alimentos. Verdadeiramente preocupante é o número elevadíssimo de horas que os jovens dispensam às redes sociais e aos jogos online, retirando-lhes tempo para ler, estudar, dormir e estar com a família. Parece-nos pertinente que esta realidade seja debatida, quer na Escola, quer no seio das famílias.

Sem comentários: