sexta-feira, 24 de setembro de 2021

8.ª edição do Projeto Mentoria Interpares na ESHM

No passado dia 16 de setembro, os alunos mentores do 12.º ano de escolaridade deram início a mais uma edição do Projeto Mentoria Interpares na Escola Secundária Henrique Medina, marcando o começo de mais um ano letivo.
O Projeto Mentoria Interpares visa promover a integração dos novos alunos no seu grupo/turma e na Escola. Os alunos mentores devem desenvolver responsabilidade e capacidades interpessoais, partilhando diretrizes que auxiliem aqueles que neste momento iniciam um novo percurso escolar, procurando sempre conservar a missão da Escola e a aquisição dos seus valores.
Neste sentido, e como aluna mentora, passo a partilhar o que tem sido a minha experiência neste projeto. O meu primeiro contacto com o referido projeto ocorreu no meu 7.º ano. Relembro a admiração que senti por aqueles “grandes” que me incutiram valores e ideais do que é ser um Medina. A partir desse momento, guardei a ideia e o entusiasmo de passar estes princípios e aspirações a outros. Até que chegou a oportunidade de ser, eu própria, mentora.  
No início do ano letivo, os mentores intervieram na receção dos novos alunos da Escola. É importante referir que se consideram alunos novos aqueles que frequentam, pela primeira vez, a nossa Escola, quer no 7.º ano, quer no 10.º ano dos Cursos Científico-humanísticos, e 1.º ano dos Cursos de Formação e Educação Profissional. 
No âmbito deste projeto, foram organizadas várias sessões de formação, nas quais se apresentaram todos os protocolos e tarefas a realizar durante a receção. Os grupos foram formados e sorteados entre as turmas a orientar e, entre eles, divididas as tarefas. 


Chegou, então, o dia do acolhimento. Vestidas as camisolas que nos identificavam orgulhosamente como Medinas, demos início à missão. As nossas tarefas passaram por apresentar o projeto aos alunos e pais, assim como transmitir o Código de Conduta e Disciplina da nossa Escola. Naquele momento, perante aquelas pessoas, foi realmente percetível a responsabilidade que cai sobre nós. Durante as reuniões das turmas que nos foram atribuídas também auxiliamos os diretores de turma e mostramo-nos disponíveis para o esclarecimento de qualquer dúvida. 
De seguida, procedemos às visitas guiadas à Escola, esclarecendo as funcionalidades e peculiaridades de cada espaço, e apresentando as pessoas que neles trabalham. Explicamos o modo de funcionamento do Cartão Eletrónico e até partilhamos alguns conselhos pessoais, decorrentes da nossa experiência enquanto alunos da Escola. 
Saliento, assim, o balanço muito positivo do que foi o primeiro contacto com este projeto, o quão importante e marcante foi a nossa presença, para nós (mentores) e para os novos alunos. Estes serão acompanhados ao longo do ano pelos seus respetivos mentores, que estarão sempre disponíveis para os ajudar no que for necessário, acompanhando-os no seu percurso escolar. 
Com o arranque deste novo ano letivo e de mais uma edição do Projeto Mentoria Interpares da nossa Escola, nós, mentores, esperamos poder crescer pessoalmente e desenvolver empatia, responsabilidade e espírito cooperativo, tal como esta iniciativa pretende.
Um agradecimento muito especial à excelente equipa de Psicólogos da nossa Escola, Dr. Miguel Durães e Dr.ª Paula Martins, à Professora Bibliotecária, Fernanda Vilarinho, e à Direção do estabelecimento, cujo esforço, apoio, dedicação e constante preocupação ajudou a tornar este projeto possível e memorável. 
Desejo que este projeto, e outros projetos como este, continuem a crescer e a ser desenvolvidos na Escola, de modo a que os futuros alunos sejam tão bem recebidos e acolhidos como nós fomos, e como tentamos acolher.

Um grande obrigada da vossa mentora e aluna,
Lara Costa, 12.ºB

O que disseram os mais novos sobre o Dia da Receção na ESHM:

“Gostei muito da ideia de termos mentores a acolher-nos." Maria Faria

“Gostei muito da maneira como nos ajudaram a perceber a dinâmica da escola e de como nos apresentaram os espaços, com simpatia, dando explicações simples e explícitas, para além de serem atenciosos e acolhedores.” César Neto

“Eu achei esta iniciativa interessante, pois eles explicaram “o que é ser um Medina”, que é ter respeito pelos colegas e professores em geral (…)”, João Gabriel

“Achei bonita a atitude desses alunos mais velhos ao voluntariarem-se para ser nossos mentores.” Beatriz Jaques