terça-feira, 10 de março de 2020

Revisitando a Semana da Leitura


De 02 a 06 de março decorreu, em articulação com a Biblioteca Municipal e as bibliotecas dos Agrupamentos de Escolas do Concelho de Esposende, a Semana da Leitura 2020.

Respondendo ao desafio lançado pelo Plano Nacional de Leitura, a todas as escolas do país, no sentido de, durante a referida semana, mobilizarem a comunidade, desenvolvendo atividades que contribuam para alargar a rede de leitores e promovam a leitura como objeto de prazer e liberdade, a Biblioteca Escolar propôs a realização de diversas iniciativas.

Assim, todos os dias, alunos e professores da ESHM dedicaram 15 minutos do último tempo da manhã, independentemente da disciplina, à leitura silenciosa de livros, jornais e revistas, em suporte de papel, numa iniciativa a que chamamos “15 minutos a ler”.


Também durante toda a semana, na biblioteca escola, esteve patente uma Feira do Livro, visitada por alunos e restante comunidade educativa, que tiveram a oportunidade de contactar diretamente com os livros e, de modo particular, com as novidades editoriais.


Nos três primeiros dias da semana, alunos do ensino secundário partilharam livros e leituras com colegas de outras turmas na apresentação dos Contratos de Leitura, desenvolvendo competências, não apenas de leitura, mas também de oralidade e de cidadania.


A Semana da Leitura prosseguiu com a realização, na tarde do dia 4, do workshop “Escape Room: À descoberta da Casa Museu de Camilo”, destinado aos professores da ESHM. Com esta atividade, a biblioteca pretendeu partilhar com os docentes da escola, uma atividade recentemente distinguida com o Prémio “Atividade Top”, pela Rede de Bibliotecas Escolares, pelo seu carácter inovador.



Na manhã do dia 5, as turmas B e C do 9.º ano, promoveram uma ação de campanha, integrada na iniciativa “Miúdos a votos: quais os livros + fixes”, que consistiu na apresentação, a todas as turmas do 3.º ciclo, em jeito de dramatização, de adaptações, da autoria dos próprios alunos, dos livros que defendem: "Uma questão de cor", de Ana Saldanha, (9.ºB) e "O Rapaz do Pijama às riscas", de John Boyne (9.ºC).


Nessa mesma tarde, dinamizado por um grupo de professores, decorreu o habitual “Chá com Livros”, um momento de partilha de experiências a partir da leitura de um livro. Num ambiente descontraído, aromatizado por infusões de chá e adocicado por deliciosos biscoitos, cruzaram-se histórias ficcionais com experiências reais, desencadeadoras de emoções.


A terminar a Semana da Leitura, a Biblioteca Escolar recebeu o escritor barcelense, A. Domingues, para nos apresentar o seu primeiro romance, intitulado “Executores - Europa e os Clãs”. Neste encontro e na presença de quatro turmas do Ensino Secundário, o autor falou-nos da sua experiência de escrita, decorrente de um sonho antigo. Ao longo da sua intervenção, num ambiente informal e de empatia com público presente, o autor foi desvendando algumas curiosidades acerca do seu livro, nomeadamente, sobre organizações poderosas e secretas dirigidas por homens com grandes ambições e de grandes fortunas, os EXECUTORES. Quem assistiu a este momento ficou curioso e com vontade de descobrir mais sobre o livro.




“Miúdos a votos: quais os livros + fixes?”

Pelo quarto ano consecutivo, a ESHM participa em “Miúdos a votos: quais os livros + fixes?”. Esta é uma iniciativa da Rede de Bibliotecas Escolares e da VISÃO Júnior e visa, para além de promover o livro e a leitura, dar a conhecer como se desenrola um processo eleitoral e para que serve, dando voz às crianças e jovens portugueses, habitualmente pouco auscultados em processos de decisão que lhes dizem respeito, ajudando a formar cidadãos de pleno direito.

Depois de as escolas, através das Bibliotecas Escolares, terem procedido à sua inscrição, manifestando interesse em participar nesta iniciativa – o que corresponde, num ato eleitoral, à Fase de recenseamento – os alunos, até ao 9.º ano de escolaridade, apresentaram a sua candidatura, com a proposta de um livro cuja leitura tenham gostado particularmente.

A partir de todos os títulos apresentados pelos alunos do país foi constituída uma lista final nacional dos livros que vão a votos no dia 17 de março. Para entrar na referida lista, cada livro proposto teve que reunir um número mínimo de 20 candidaturas a nível nacional, tal como um candidato a umas eleições presidenciais tem que apresentar um número mínimo de assinaturas.

Da lista final nacional constam os títulos “Uma questão de cor”, de Ana Saldanha, e “O Rapaz do Pijama às Riscas”, de John Boyne, defendidos, na nossa escola, pelas turmas 9.ºB e 9.ºC, respetivamente.

Encontramo-nos, assim, em fase de campanha eleitoral. Para promoverem os seus livros, as referidas turmas construíram cartazes e marcadores de livros, gravaram tempos de antena, que estarão brevemente disponíveis na Rádio Miúdos, e, em plena Semana da Leitura, decidiram apresentar, a todas as turmas do 3.º ciclo, em jeito de dramatização, adaptações que fizeram dos livros que defendem. Esta foi a forma que os alunos escolheram para defenderem os referidos livros, no sentido de, no dia da votação, que terá lugar no próximo dia 17 de março, na biblioteca escolar, colherem o maior número de votos possível  e que contará com a participação de todos os alunos do 3.º Ciclo.


A equipa da Biblioteca Escolar espera que estas ações de campanha vos desperte para a leitura dos livros, seja esclarecedora e decisiva no sentido de, quando forem às urnas, votem com consciência!