segunda-feira, 18 de dezembro de 2017


Vencedores da 1ª Fase do concurso Literacia 3Di


O Natal está à porta e a Biblioteca Escolar quer presentear os participantes no concurso Literacia 3Di com a notícia do apuramento para a segunda fase do desafio pelo conhecimento. Assim, os alunos que vão representar a nossa escola na fase distrital são:

Leitura - Gustavo Henrique Faria da Costa Ferreira de Madureira (7.ºA)
Inglês - Sara Fernandes Martins (8.ºA)

Relembramos que a segunda fase do concurso decorre de 26 de fevereiro a 2 de março de 2018, em Braga. Brevemente, daremos mais informações sobre a data e o local de realização das provas.

A Biblioteca Escolar deseja boa sorte aos alunos que vão participar na segunda fase do Literacia 3Di  e aproveita a oportunidade para lhes endereçar os votos de boas festas!

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Concurso Nacional de Leitura

O Concurso Nacional de Leitura tem novo regulamento e desenvolve-se em duas fases consecutivas: Regional e Nacional.
A Fase Regional desenrola-se em três momentos consecutivos: Escolar, Municipal e Intermunicipal.
1º momento: Provas nas Escolas
As provas do 1º momento da Fase Regional terão lugar no dia 18 de janeiro, pelas 14h00.

As obras a concurso são as seguintes:

Para o 3º Ciclo Os livros que devoraram o meu pai, de Afonso Cruz


Para o Ensino Secundário – As intermitências da morte, de José Saramago



Para participares no Concurso Nacional de Leitura, só tens de te inscrever junto do teu professor de Português! 
A todos os participantes, desejamos BOAS LEITURAS!

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Literacia 3D

Na semana de 20 a 24 de novembro realizou-se, na Biblioteca Escolar, a primeira fase da atividade “LITERACIA 3Di – o desafio pelo conhecimento”.
Esta atividade é uma iniciativa da Porto Editora que se destina a todos os alunos que frequentam os 5.º, 6.º, 7.º e 8.º anos de escolaridade, em estabelecimentos de ensino público e privado de todo o país, e pretende elevar os seus níveis de literacia de Leitura, Matemática, Ciência e Inglês e contribuir para o desenvolvimento das suas competências educacionais, pessoais e sociais.


Na nossa escola 44 alunos do 7º ano responderam à prova de Leitura e 39 alunos do 8.º ano realizaram a prova de Inglês, que é da responsabilidade da Cambridge English Assessment.
O desafio está estruturado em três fases eliminatórias (local, distrital e nacional) em que os alunos respondem, através de plataformas digitais, a provas semelhantes a avaliações internacionais. A segunda fase, a nível distrital, irá decorrer em Braga, de 26 de fevereiro a 2 de março de 2018, e a fase nacional terá lugar no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, no dia 11 de março de 2018.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Programa da Semana da Ciência e da Tecnologia


A determinação faz-nos vencedores…

Imagine-se num local distante, sem ninguém, sem dinheiro, sem meios de comunicação e com vontade de regressar a casa? O que faria?
Este desafio foi realizado por Ricardo Frade, consultor financeiro e coach de programas de desenvolvimento financeiro que, no passado dia 16 de novembro, veio à nossa escola falar dessa aventura apresentada no seu livro/projeto “Pé Descalço”.
Para além do livro, Ricardo falou também do seu projeto de apoio a crianças a viver longe das suas famílias. Esta ação humanitária tem rosto na instituição “Mundos de Vida” que tenta proporcionar um programa de acolhimento familiar com o propósito de devolver às crianças um ambiente de conforto, segurança e carinho que as faça crescer de forma saudável e equilibrada.
Foi num auditório repleto de alunos e professores que Ricardo Frade falou então da sua experiência. Logo nos primeiros minutos, os participantes embarcaram com entusiasmo na aventura, seduzidos, desde logo, pela forma fácil, persuasora e entusiasmante de comunicar.
Envolvidos na aventura, percorremos com ele a história da sua vida, contada no seu livro. Dessa forma, pretendeu passar a mensagem de que a determinação com que enfrentamos os nossos problemas quotidianos e procuramos soluções eficazes faz de nós pessoas mais felizes e vencedores.





Necessidades Educativas Especiais na obra de Margarida Pogarell 

No passado dia 25 de outubro, pelas 11 horas, tivemos o privilégio de receber a escritora Margarida Pogarell na nossa Escola. Embora seja frequente sermos presenteados com a visita de escritores, não é tão habitual termos contacto com a escrita ao serviço de temas alusivos a questões como a inclusão e as necessidades educativas especiais.
Este encontro, organizado pelo Serviço de Educação Especial em articulação com a Biblioteca Escolar, contou com a colaboração atenta e dedicada das professoras de português das turmas envolvidas na atividade, as turmas do 7.º ano de escolaridade e do 11.º e 12.º anos de Currículo Específico Individual (CEI). Contou ainda com a participação dos alunos do 12.º E, turma da qual fazem parte o grupo de alunos do 12.º CEI.
 A iniciativa, onde se pretendia a abordagem da temática da inclusão de alunos com necessidades educativas específicas através da apresentação da obra “Acácia e os Fantasminhas”, teve como momentos altos a dramatização de um capítulo da obra (onde se aborda o tema da frustração), a leitura de um poema sobre a personagem principal da história, pelo próprio autor, aluno do 7.º ano (enviado para o concurso literário associado à obra) e a entrega de uma carta e de um presente autografado, destinados a serem remetidos à Acácia, a menina que deu nome à obra e inspirou a autora a escrever sobre as suas VIVÊNCIAS ESPECIAIS.
 No final, seguiu-se um estimulante debate, onde foram colocadas questões de grande pertinência, ao ritmo de um marcado entusiasmo. Num primeiro momento evidenciaram-se perguntas previamente pensadas e ponderadas com os professores colaboradores do encontro. Porém, a riqueza das reflexões e o percetível impacto da mensagem nos alunos, rapidamente levou a um “levantar de braços” associado a um novo conjunto de indagações, com tanto de espontâneo como de profundo e emocionante.
Pela dedicação de toda a equipa de organizadores e colaboradores, pelo entusiasmo dos participantes e pela riqueza das ideias transmitidas, tudo indica que VALEU A PENA!








terça-feira, 14 de novembro de 2017

Apresentação do livro "Pé descalço"

No próximo dia 16 de novembro, terá lugar no Auditório da nossa Escola, a partir das 15h00, a apresentação do livro “Pé descalço”, de Ricardo Frade. O livro, com prefácio de Marcelo Rebelo de Sousa, relata a experiência do autor quando, um dia, aterra em “ Skellenea, no norte da Suécia, sem telefone, sem computador, sem dinheiro e sem cartão bancário. Sem conhecer ninguém, cultura, geografia ou língua do país a 4.200 kms de casa e com um frio de rachar (-15ºC a 30ºC), estava numa situação desesperada, e "só" tinha que voltar a casa!”.
Não percas esta aventura única e fantástica!


terça-feira, 24 de outubro de 2017

Frutas animadas, legumes transfigurados…

No passado dia 16 de outubro, a ESHM comemorou o Dia Mundial da Alimentação. A equipa PES e a Biblioteca Escolar, com o apoio da Direção, não quiseram deixar passar esta data despercebida.
Assim, ofereceram à comunidade educativa um pequeno-almoço saudável servido com “poesia com sabor”. Ao mesmo tempo que professores, alunos e auxiliares da ação educativa degustavam o seu pequeno-almoço, foram presenteados com a leitura dramatizada e expressiva dos poemas “O almoço dos pardais”, de Maria Alberta Menéres, e um excerto do poema “Num bairro moderno”, de Cesário Verde. A leitura foi realizada pelos alunos do 8º C (Ana Vasco, Inês Melo, Jéssica Sousa, Lara Costa, Raquel Costa, Rita Melo e Rodrigo Pereira) e Dora Barbosa do 12º H, respetivamente.
Desta forma poética e saborosa, pretendeu-se sensibilizar a comunidade educativa, em especial os alunos, para a importância de uma alimentação saudável e equilibrada para manter ou melhorar a nossa saúde.

Foi um momento especial. Não queríamos finalizar estas linhas sem deixar aqui uma palavra de apreço para os alunos que participaram, tornaram possível e enriqueceram esta comemoração.



segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares



Para 2017, o Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares estabelece 23 de outubro como Dia da Biblioteca Escolar em Portugal. "Ligando comunidades e culturas" é o tema definido pela International Association of School Librianship IASL) para o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares (MIBE).


A nossa Biblioteca Escolar assinala este Mês com a realização de várias iniciativas.
Como habitualmente, convidamos os novos alunos a descobrirem o espaço, os recursos e as valências da Biblioteca Escolar, através de atividades práticas, de caráter lúdico-pedagógico, numa sessão de esclarecimento chamada "Biblioteca Escolar - um tesouro a descobrir".
Com o intuito de divulgarmos o blogue da Biblioteca Escolar e as suas potencialidades, terá também lugar, nas próximas semanas, uma outra sessão de formação de utilizadores, designada "Navegar em becomletras"Com esta sessão, pretendemos que os alunos entendam que, para além de ser um importante meio de difusão das atividades promovidas pela BE, o blogue disponibiliza um vasto conjunto de recursos informativos de apoio ao estudo e trabalhos de pesquisa.
Para navegarem em becomletras, propomos aos nossos utilizadores que preencham o questionário que aqui disponibilizamos.
No Dia Mundial da Alimentação, a comunidade escolar terá oportunidade de ouvir, em diversos espaços da Escola, "Poesia com sabor", dita por alunos do 3º Ciclo e do Ensino Secundário.
"Acácia e os Fantasminhas" é o nome de um livro, da autoria de Margarida Pogarell, que nos leva numa viagem por um mundo onde reinam o amor e a amizade, a ajuda, a solidariedade e a partilha. A autora, que se inspirou na história verídica de Acácia Oliveira, uma menina oriunda de Armamar, que desde tenra idade sofre de paralisia cerebral, estará na nossa Escola fazer a apresentação do seu livro. 
No dia 26, integrada no projeto “Newton gostava de ler”, realizar-se-á a atividade “A arte de contar”. A partir da leitura de alguns excertos do livro O homem que sabia contar, de Malba Tahan, os alunos participantes serão chamadas a resolver enigmas matemáticos. Esta atividade ilustra na perfeição como a Literatura se pode transformar na melhor maneira de ensinar e aprender Matemática.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Alunos tutores acolhem os novos “Medinas”

Pelo quarto ano consecutivo, os alunos do 12º ano, em regime de voluntariado, recebem os colegas que, com um olhar expectante no rosto, chegam a esta escola para iniciarem um novo ciclo, seja no 7º ou no 10º ano de escolaridade. A sua missão consiste em acolher os alunos que, pela primeira vez, vão frequentar a dita “escola dos grandes”. Rapidamente, a presença, o sorriso e as palavras de boas vindas dos tutores contribuem para quebrar a ansiedade e a timidez dos novos alunos que, desde logo, ficam a conhecer as regras, bem como os espaços da sua nova “casa”.

O projeto de Tutoria Interpares, muito apreciado por pais e alunos, tem vindo, desta forma, a promover uma integração salutar e serena dos novos Medinas, a quem desejamos um excelente ano escolar!





terça-feira, 6 de junho de 2017

"Je me présente - Voici mon Voki"

Integradas no projeto “Literacia da Informação e Digital”, a Biblioteca Escolar vai promover sessões de formação dirigidas às turmas do 7º ano, sobre a ferramenta digital Voki. Esta ferramenta da web 2.0 permite a criação de imagens virtuais que podem reproduzir mensagens previamente gravadas. Os alunos vão, nestas sessões, criar uma personagem virtual e gravar uma mensagem de apresentação em Francês, treinando, assim, competências, não apenas no domínio da literacia digital, mas também ao nível da expressão oral naquela língua.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Uma noite com “sentidos”

No passado dia 19 de maio, aconteceu mais uma noite de sarau, desta vez, dedicada aos sentidos.
Apelar aos sentidos através da leitura de textos escritos por grandes vultos da Literatura Portuguesa foi um dos principais objetivos do XIII Sarau Cultural. Durante aproximadamente duas horas, assistiu-se à atuação de alunos, professores, assistentes operacionais e encarregados de educação, que prepararam a leitura de textos, ensaiaram coreografias e canções para que os sentidos fossem despertados e postos à prova. Num ambiente acolhedor e descontraído, o público manteve-se atento e envolvido em todos os momentos do espetáculo.
O sarau terminou com a intervenção de um coro, constituído por professores e elementos da Associação de Pais e Encarregados de Educação, que interpretou o poema “Cantata da Paz”, escrito por Sophia de Mello Breyner.
Com os sentidos mais apurados, o público despediu-se satisfeito e com a promessa de voltar no próximo ano.


















terça-feira, 9 de maio de 2017

Duas finalistas na 2ª Fase do CNL

No passado dia 5, em Vila Verde, a nossa escola participou na fase regional - Comunidade Intermunicipal do Cávado - da 11ª edição do Concurso Nacional de Leitura, com os alunos Ema Brás, Lara Costa e Maria Sousa, do ensino básico, e Ana Lima, Leonor Ribeiro e Rui Miranda, do ensino secundário.
O Concurso contou com a participação de 160 alunos, oriundos das escolas de Amares, Vila Verde, Terras de Bouro, Braga, Barcelos e Esposende. 
Realizada a prova escrita, fomos todos convidados a assistir à segunda parte do concurso. A prova-espetáculo que se seguiui correu de forma muito entusiástica, em especial, para a ESHM, que, na hora do anúncio dos cinco melhores concorrentes, de cada ciclo de ensino, da prova escrita, ouviu soar o nome de dois dos seus alunos: Leonor Ribeiro e, mais tarde, Lara Costa, tendo sido apuradas para a prova oral. 
Foi memorável ver o espírito de união entre os alunos da nossa escola e a forma como vibraram com a presença das finalistas na prova oral. As nossas alunas tiveram, aí, uma prestação brilhante, mas, infelizmente, não foram contempladas com a sua presença na Fase Nacional/Final do Concurso. Apesar disso, todos os alunos estão de parabéns, mesmo os que não chegaram à prova oral, por terem participado e dignificado a nossa escola. Foi, sem dúvida, uma experiência inesquecível para todos e, certamente, deixou em todos eles a vontade, de, no próximo ano, voltarem.

Parabéns a todos, boas leituras e nunca deixem de acreditar nos sonhos!


sexta-feira, 28 de abril de 2017

«Miúdos a Votos»: temos vencedores!

A Culpa é das Estrelas e O Diário de Anne Frank, defendidos, respetivamente, pelas alunas, Inês e Rita Melo, arrecadaram o 1.º e 2.º lugares, na iniciativa “Miúdos a votos: quais os livros + fixes?”, na categoria de 3.º Ciclo.
Durante uma grande cerimónia que decorreu na Escola Secundária Vergílio Ferreira, em Lisboa, e que contou com a presença do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, do secretário de Estado da Educação, João Costa, e dos escritores António Torrado, Pedro Seromenho, David Machado e Luísa Ducla Soares, foram divulgados os vencedores de cada ciclo de «Miúdos a Votos».
A iniciativa da VISÃO Júnior e da Rede de Bibliotecas Escolares, apoiada pela Comissão Nacional de Eleições, a Portada, o Plano Nacional de Leitura, a Direção Geral da Educação e a Rádio Miúdos, pretende criar e cimentar hábitos de leitura e promover a cidadania.
«Quais os livros mais fixes?» contou com os votos de alunos de 308 escolas de todo o país. No 3.º Ciclo, a “Culpa é das Estrelas”, de John Green, reuniu o maior número de votos (13.1% dos votos). Em segundo e terceiro lugares, ficaram colocados os candidatos O Diário de Anne Frank (8,4%) e O Rapaz do Pijama às Riscas (7,7%), respetivamente. Duas histórias cuja ação decorre durante a II Guerra Mundial e que retratam a perseguição nazi aos judeus.
O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, congratulou a comunidade escolar pela adesão ao projeto que une a importância de votar à leitura. «Hoje foi um dia de festa», disse. «Esta iniciativa da VISÃO Júnior e da RBE conseguiu trocar os votos por miúdos e fazer com que as crianças e os jovens entendam verdadeiramente o processo democrático, desde a constituição de listas até ao próprio processo de votação, inclusivé a importância das coligações e das cedências. Foi interessante como se conseguiu associar esse entendimento democrático à leitura», afirmou.




sexta-feira, 31 de março de 2017

Hora do Conto

No dia de encerramento da Semana da Leitura, as turmas do 7º ano foram convidadas pela Biblioteca Escolar a participar na “Hora do Conto”, dinamizada pela professora bibliotecária, Fernanda Vilarinho. A sessão começou pela leitura do conto “Sábios como camelos”, de José Eduardo Agualusa. Seguiu-se o reconto da história em Smile Dance, uma técnica que consiste num musical, onde a coreografia traduz uma mensagem ou conteúdo, neste caso em concreto, a sequencialização dos acontecimentos. 
A atividade resultou num momento de promoção da leitura e, simultaneamente, de sociabilização, de afetos e bem-estar.


"Chá com livros"

No dia 30 de março, pelas 15 horas, teve lugar, na Biblioteca Escolar, o habitual "Chá com livros". Por entre uma chávena de chá e um fatia de bolo de mármore, confecionado pela professora Isilda Lopes, um grupo de docentes, que, condicionados pelas suas obrigações profissionais (aulas, apoios educativos, correções de testes...) se iam revezando, num ambiente acolhedor e de cumplicidade, partilharam experiências e momentos especiais de leitura.